Livro 101 Receitas Fit: As Melhores Receitas Para Você Entrar Em Forma!

Livro 101 Receitas Fit: As Melhores Receitas Para Você Entrar Em Forma!
4.97 (99.49%) 39 votos

Está procurando informações sobre o livro 101 Receitas Fit? Então leia esse artigo até o final e tire todas suas dúvidas antes de comprar.

Livro 101 Receitas Fit Para entrar em forma
Pra quem é o livro de receitas fit ? Se você concorda com pelo menos um desses itens, então o livro de receitas fitness dessa página é para você… 1º Retenho líquidos e sinto que meu corpo está inchado 2º Não durmo direito e me irrito com facilidade 3º Estou acima do peso e não consigo emagrecer 4º Quero ter mais saúde através dos alimentos 5º Tenho restrição alimentar e é difícil encontrar receitas para minha dieta 6º Quero viver bem, mas não sei por onde começar E pra quem não é o livro de receitas fit? O livro de Receitas Fitness é para todos, mas nem todos são para ele. Se você acredita em alguns desses itens abaixo, ele pode não ser para você entendeu? 1º Eu acredito em fórmulas mágicas para emagrecer, e acho que o livro receitas fitness é deve conter alguma formula milagrosa… 2º Não estou disposta a mudar meus hábitos alimentares para alcançar meus objetivos, acho que receitas fitness são receitas para queimar gordura e emagrecer rápido… Não me importo com minha saúde, tenho problemas com glutem e lactose e preciso de receitas sem glutem e receitas sem lactose e que sejam receitas fit, porém não quero parar de comer as coisas que eu gosto. Alimentação saudável é a língua universal com milhares de cópias vendidas o livro 101 Receitas Fitness já cruzou fronteiras e chegou em mais de 13 países! O que está incluso no ebook 101 Receitas Fit download pdf para baixar… ebook 101 Receitas Fit download gratis São 101 receitas fitness ricas em ilustrações de altíssima qualidade, divididas em 5 categorias para atender todas as necessidades. Categorias: Celíacos, intolerantes a glutén, intolerantes à lactose, vegetarianos, para ganho de massa muscular e para perda de peso (emagrecimento). 10 Receitas Detox Gostosa gratis para baixar Preparamos as 10 receitas Detox mais famosas e colocamos neste livro para você desintoxicar seu corpo de forma natural e saudável. O que vem de Bônus com o livro de receitas fitness? Adeus Barriga Um guia com excelentes dicas para eliminar o corpo inchado causado pela retenção de líquidos. Com esse guia você vai aprender como perder gordura no abdomem e emagrecer rápido em uma semana. Saiba quem são os causadores e como combatê-los com este o eBook de 101 receitas fitnes gratis para baixar em pdf download. Receitas fit para o almoço e janta no dia de Natal Devido ao grande sucesso do eBook, vamos manter este bônus com as 15 melhores receitas fitness para o seu natal de 2018 ser deliciosamente saudável. O que vem de Super Bônus com o livro de receitas fit gratis? GOSTOU? Então de um “curtir” aqui embaixo e veja a opnião de quem já comprou…

Com o e-book 101 Receitas Fit você vai aprender a fazer receitas saudáveis e saborosas, dentre as quais: receitas sem glúten e sem lactose, assim você pode continuar comendo a comida que gosta, usando ingredientes que são livres dessas substancias.

O livro é composto por uma seleção de saborosos e leves pratos: doces, massas, sucos, carnes, etc. Mas não para por ai! Você ainda recebe 2 bônus fantásticos (falarei daqui a pouco sobre eles).

 

O Que Significa Fit?

Fit ou fitness é uma palavra em inglês e significa algo como “boa forma” ou “boa condição física”. Logo, fit é a qualidade de quem tem hábitos saudáveis e com um propósito para seu corpo.

Uma rotina fit tem o objetivo de te manter em boa forma, seja perdendo peso ou ganhando massa muscular e a alimentação saudável é um dos pontos chave para isso.

 

O Livro 101 Receitas fit É Para Qualquer Pessoa?

Como o título do livro já diz tudo “101 Receitas Fit” o foco dele são receitas saudáveis, mas não apenas para quem tem uma dieta fitness.

Então mesmo que você não tenha uma rotina de treinos para ganhar massa muscular ou perder peso, mas apenas queira levar uma vida mais saudável por meio da alimentação, esse livro tem receitas para deixar seu dia mais leve. Nele você encontra também duas categorias com receitas para quem tem doença celíaca ou intolerância a lactose.

As receitas fitness presentes no e-book 101 Receitas Fit não são prejudiciais, pelo contrário, trazem muitos benefícios para o seu corpo e sua saúde em geral, por isso as receitas desse livro podem ser aderidas por qualquer pessoa.

 

Receitas Para Quem Tem Intolerância A Lactose

Alimentos sem Glúten
livro de receitas fit com receitas sem lactose e receitas sem glúten para refeições saudáveis e saborosas com sua família e uma lista com vários produtos sem lactose para que você acrescente em sua dieta. Saiba como preparar pratos doces e salgados para consumir em vários momentos do dia, todos livres de lactose. Você tem intolerância à lactose? Bem, como chegou a esta matéria, é possível que a resposta seja sim – ou, talvez, você conheça alguém que seja intolerante. Se este é um quadro novo, é bom ressaltar que o principal cuidado para a saúde e o bem-estar do intolerante é com a alimentação. “O principal cuidado é excluir definitivamente o leite e seus derivados do cardápio. Fundamental também observar o rótulo dos alimentos que podem conter lactose”, destaca Alice Amaral, médica especialista em Nutrologia. No início, lidar com a alimentação pode ser um desafio. Mas, quem disse que não há alternativas igualmente gostosas para substituir o leite? Quem está começando a se adaptar ao novo cardápio, pode se surpreender ao descobrir que as opções são numerosas, acessíveis e fáceis de encaixar na dieta. “Há opções de leites vegetais como os leites de amêndoas, castanhas, inhame, quinoa, amendoim, macadâmia, arroz e coco. São opções saudáveis, saborosas e benéficas para o organismo”, sugere a nutróloga. Saiba mais: conheça todos os benefícios do leite vegetal de coco Leia também: Alergia à proteína do leite de vaca: dicas e receitas práticas Além disso, passar um tempo sem lactose pode fazer bem também para aqueles que não são intolerantes de fato. “Sugiro, aos meus pacientes, retirar determinado item da alimentação e observar. Muitos se surpreendem com os resultados benéficos da eliminação de determinados alimentos”, conta a Doutora Nutricionista Jaqueline. A seguir, você confere 100 receitas totalmente livres de lactose para serem preparadas e consumidas em diferentes momentos do dia. Tem prato para todos os gostos: com carne, vegetariano, vegana e sem glúten. Mas, atenção! Se você tem alergia à proteína do leite, algumas dessas receitas podem não ser adequadas para a sua dieta, então atente-se aos ingredientes. Receitas de massas Macarrão de pupunha com molho bechamel de castanha do pará. Foto: Reprodução / Frufruta Tags: alimentos sem glúten e sem lactose; produtos zero lactose; produtos sem lactose; alimentos sem lactose; alergia a lactose; problemas com lactose; remédio para intolerância a lactose; 1. Macarrão de pupunha com molho bechamel: um prato de massa sem glúten, sem lactose e totalmente vegano. O molho bechamel – que é molho branco – é feito com leite de castanha do pará, e a própria receita te ensina a fazer esse leite em casa. Com o leite pronto, a preparação do prato leva cerca de 30 minutos. 2. Lasanha à bolonhesa com molho branco e espinafre: além de não ter lactose, esta é uma receita livre de glúten – a massa da lasanha é feita à base de mandioca. O prato combina dois tipos de molho, espinafre, muçarela e presunto. A dica é intercalar as camadas na montagem, uma de molho branco e outra de molho bolonhesa. 3. Pizza vegetariana: esta pizza não contém glúten, lactose, é vegetariana e não leva ovos! A massa é feita de purê de grãos ou de batata com farinha de arroz. Para cobrir, os ingredientes usados são abóbora, cogumelos, noz de macadâmia, alho e tomilho. Leia também: 25 receitas sem glúten deliciosas para o café, almoço e jantar 4. Pão de chia: uma ótima alternativa para substituir o pão de queijo! Esta receita não contém glúten e não utiliza nenhum ingrediente de origem animal. A massa do pão é feita com mandioca, chia, polvilho e azeite. Para ficar amarelinho, o segredo é usar açafrão. 5. Nhoque de pinhão: nesta receita a base para a massa do nhoque é pinhão (descascado, cozido e triturado), polvilho doce, farinha de amaranto e farinha de grão de bico – ambas podem ser substituídas por farinha de arroz. Para acompanhar, a sugestão é um molho tradicional de tomates, com o acréscimo de cogumelos. 6. Espaguete à carbonara: fãs de bacon vão aprovar este prato. Na receita, o espaguete sem glúten é combinado com bacon, ovos e temperos caprichados. O preparo é simples e não leva muito tempo, ideal para dias corridos e refeições rápidas. 7. Talharim de abobrinha: simples e prática, esta receita exige apenas um ingrediente principal – a abobrinha. Na hora de preparar, basta acrescentar caldo de legumes, azeite e água em pequenas quantidades. Para acompanhar, escolha o molho de sua preferência. 8. Canelones: este prato, além de não conter lactose, é livre de glúten e ovos. A massa do canelone é feita de farinha de arroz; o recheio indicado é de espinafre, cenoura e abobrinha. Para o molho, separe tomate, alho, cebola e geleia de arroz. Leia também: Alimentação saudável: hábitos e receitas para uma vida melhor 9. Nhoque de inhame: feita de inhame e farinha de arroz, esta receita não contém lactose nem glúten. O molho que acompanha a massa do nhoque é um molho pesto adaptado por Bela Gil, levando manjericão e castanhas. 10. Nhoque de batata baroa: trazendo mais uma alternativa para a massa do nhoque, esta receita utiliza batata baroa, fécula de batata e ovos. O molho sugerido leva tomate, abobrinha, cebola e salsinha. 11. Falso espaguete de abobrinha e cenoura: esta receita é super rápida e prática de preparar. Os ingredientes exigidos são a cenoura e a abobrinha, feitas em tiras que imitam espaguete. O molho para acompanhar pode ser o de sua preferência; a receita sugere o tradicional de tomate com manjericão. Receitas de pratos para o dia a dia Salpicão funcional. Foto: Reprodução / Vida Fit Tags: alimentos sem glutem e sem lactose; produtos zero lactose; produtos sem lactose; alimentos sem lactose; alergia a lactose; problemas com lactose; remédio para intolerancia a lactose; 12. Salpicão funcional: este salpicão de frango não leva glúten ou lactose e é recheado de vegetais. A receita utiliza cenoura, talo de salsão, azeitona, maçã, nozes e damasco seco. O tempero também é caprichado, levando limão, azeite, salsinha, pimenta verde e mostarda. 13. Moqueca de palmito: esta é uma receita vegana. A moqueca é feita com palmito, tomates, pimentão amarelo, pimentão vermelho e leite de coco. O tempero é caprichado e a preparação não leva mais que alguns minutos. 14. Arroz a piamontese com molho bechamel: esta receita é livre de glúten e lactose. O molho é preparado com farinha e leite de arroz, temperando com azeite, sal, pimenta e noz-moscada. Para o arroz, basta juntar champinhons e creme de arroz ou de soja ao arroz já cozido. A sugestão é servir o prato acompanhado de medalhão ao molho madeira. 15. Purê de batata doce: sem lactose e glúten, esta receita de purê leva batata doce, alho e mostarda. A preparação é simples e rápida, e o prato pode ser servido com o acompanhamento de sua escolha. A sugestão da receita é um omelete de alho poró. 16. Escondidinho de frango: este escondidinho é feito com purê de batata salsa e o recheio é de frango com tomate, tempero verde e pimentas. Como alternativa para a batata salsa, você pode usar batata inglesa, mandioca, batata doce ou abóbora. No recheio, também vale apostar em outras carnes ou opções vegetarianas. 17. Purê de batata vegano e vegetariano: esta receita não contém nenhum ingrediente de origem animal, sendo feita apenas com batatas, azeite e temperos. Como sugestão para variar o prato, é possível adicionar outros vegetais à receita – espinafre, cenoura e brócolis estão entre as opções. 18. Suflê de cenoura: receita vegana e sem glúten, o suflê é feito à base de cenoura, leite de arroz, tomate e amido de milho. O prato fica leve e colorido, fazendo com que seja uma alternativa atrativa para crianças intolerantes a lactose. 19. Filé de peixe ao molho de leite de coco: uma opção diferente para quem gosta de peixe e quer variar o preparo. O molho é feito de leite de coco, tomate e cebola. O peixe é grelhado e, em seguida, levado para gratinar junto com o molho. 20. Sopa cremosa de mandioquinha: esta sopa resulta em um caldo bastante cremoso. Os ingredientes principais são a mandioquinha (ou batata baroa), leite de coco e farinha de linhaça – esta última usada para diminuir o índice glicêmico da mandioquinha. Quem quiser complementar com carnes, pode optar por bacon ou linguiça. 21. Filé de frango ao molho: o molho deste prato é algo que substitui o tradicional molho branco, preparado com leite de arroz e amido de milho. Como o molho é vegano, quem desejar uma refeição inteiramente vegana pode substituir o frango por um legume. 22. Creme de milho: o creme de milho é um ótimo complemento para dar um sabor a mais aos pratos do dia a dia. A receita sem lactose combina o milho a azeite, água e farinha de aveia. O preparo é simples e leva cerca de 15 minutos. 23. Omelete: uma ótima alternativa para variar um dos pratos mais comuns do cotidiano. A receita leva farinha de arroz, pimentão vermelho e verde, salsinha e tomate. A preparação é rápida e o recheio pode ser adaptado conforme seu gosto ou os ingredientes disponíveis no armário. 24. Bife à parmegiana funcional: esta receita substitui a tradicional farinha de trigo pela combinação de farinha de arroz e amaranto ou quinoa. O resultado é uma carne crocante e saudável. A receita também funciona bem substituindo o bife de carne vermelha por frango. 25. Filé de frango à milanesa: sem lactose, glúten ou ovos, esta receita rende um saboroso prato à milanesa. Os ingredientes principais, além do frango, são leite de arroz, farinha de arroz, farinha de rosca sem glúten e “ovo” de linhaça. 26. Fricassê de frango: um prato cremoso e de preparo rápido. Como substituição do creme de leite, opte por creme de soja ou de arroz. A receita é complementada por azeitonas, milho verde, ervas frescas, cebola e outros temperos. 27. Estrogonofe com leite de coco: o leite de coco é um ótimo substituto para o creme de leite da receita tradicional e o sabor dá um toque diferente ao resultado final. Para tornar o prato completamente vegano, uma ideia é trocar o frango por palmito. Receitas de lanches rápidos e tortas salgadas Bolinhas de mandioca com frango. Foto: Reprodução / Panelinha Saudável Tags: alimentos sem glúten e sem lactose; produtos zero lactose; produtos sem lactose; alimentos sem lactose; alergia a lactose; problemas com lactose; remédio para intolerância a lactose; 28. Bolinhas de mandioca com frango: super rápida e prática, esta receita exige apenas mandioca cozida, frango desfiado, temperos e ervas a gosto. O prato é assado e pode ser servido como petisco, com algum molho de acompanhamento. 29. Biscoitos champanhe: os biscoitos são ótimos para servir em lanches rápidos ao longo do dia. A receita utiliza ovos, açúcar e farinha. Quem quiser uma opção sem glúten, pode usar uma mistura de farinha de arroz, fécula de batata e polvilho doce. 30. Quiché integral: para a massa do quiché, selecione farinha de grão de bico, aveia ou amaranto em flocos. O recheio sugerido é o de quatro queijos – todos eles opções sem lactose. Há ainda a sugestão de recheios de palmito com espinafre ou de alho poró. O resultado é um prato bonito e saboroso, que chama a atenção na mesa. 31. Salgado funcional: também conhecido como salgado maromba, este prato leva batata doce, frango desfiado, quinoa ou amaranto, chia e biomassa de banana verde. Quem preferir, pode substituir a batata doce por batata comum ou mandioca. 32. Coxinha: sem glúten, sem lactose e sem ovo. A massa desta coxinha é de batatas com farinha de arroz. O recheio sugerido é de frango, mas quem quiser um prato vegano ou vegetariano pode substituir a carne por legumes. Para deixar a receita ainda mais saudável, prefira assar a coxinha ou invés de fritar – a massa fica igualmente crocante. 33. Suflê de legumes: o segredo para o sucesso desta receita é seguir a preparação em etapas. Entre os legumes utilizados estão abobrinha, milho e ervilha, podendo ser acrescentados ainda outros, como brócolis, tomate e couve-flor. A farinha usada é a de arroz e o leite é vegetal. 34. Pão de queijo sem lactose: prepare-se para um pão de queijo sem queijo! A receita mistura polvilho doce, polvilho azedo e batatas que resultam em pãezinhos que podem não levar queijo, mas são igualmente saborosos. A preparação é simples e prática. 35. Maionese: sem leite, sem soja e sem ovos, esta receita é uma ótima alternativa para servir de acompanhamento para vários lanches e pratos. Os ingredientes principais são farinha de arroz, araruta ou amido de milho, azeite, vinagre e suco de limão. O preparo é bastante simples – basta bater tudo no liquidificador. 36. Barrinha caseira: mais saudável e barata que comprar uma barra de cereal pronta, esta é uma boa opção de lanche para carregar na bolsa. Os ingredientes são banana, farinha de coco, óleo de coco, castanha de caju e coco desidratado. A barrinha dura de dois a três dias. 37. Pasta de cottage com tomate seco: a preparação desta receita é super simples, basta bater todos os ingredientes no liquidificador. Para fazer, você vai precisar de cottage sem lactose, tomates secos, cebola e salsinha. Para acompanhar, vale usar cenouras e torradinhas. 38. Queijo vegano frescal de castanha: uma ótima receita de queijo sem lactose e sem nenhum produto de origem animal! Os ingredientes são castanhas, ágar-ágar, limão, água e temperos a gosto. O queijo leva cinco horas na geladeira para ficar no ponto e o visual é bem bonito. 39. Empadinha de frango: a massa desta empada é completamente vegana, usando “ovo” de linhaça, farinha de arroz e gordura vegetal. O recheio sugerido é de frango, mas pode ser substituído por outras alternativas. A receita rende 22 empadinhas que podem ser congeladas e, depois, esquentadas no micro-ondas ou no forno. 40. Patê vegan de soja: este patê é preparado com leite de soja e uma grande quantidade de azeite ou óleo, até atingir o ponto certo. A base combina com vários complementos – cenoura, tomate seco, azeitona, alho, tempero verde, entre outros. 41. Cupcake integral de peito de peru com cobertura de purê: esta receita de cupcake salgado é ótima para um lanche da tarde bonito e bastante atrativo para crianças. A alternativa sem lactose é o creme de soja, usado na massa do bolinho. A receita rende 12 unidades. 42. Queijo de macadâmia: o queijo de macadâmia é vegano e a macadâmia não é a única opção – também pode usar amêndoas, inhame, castanha de caju ou do pará. Para potencializar o sabor, vale utilizar açafrão, sementes (abóbora, girassol ou gergelim) e temperos em geral. 43. Empadão light: os principais ingredientes para a massa do empadão sem glúten e sem lactose são farinha de grão de bico, fibra de soja e polvilho doce. O recheio sugerido é de frango cremoso, mas pode ser substituído por outras opções. Receitas de bolos e tortas doces Bolo Floresta Negra sem glúten e sem lactose. Foto: Reprodução / Receitas e Coisas Tags: alimentos sem glutem e sem lactose; produtos zero lactose; produtos sem lactose; alimentos sem lactose; alergia a lactose; problemas com lactose; remédio para intolerancia a lactose; 44. Bolo Floresta Negra: este bolo não leva nenhum tipo de leite, mas compensa a necessidade de líquido com água e meia dúzia de ovos. Ao invés de achocolatado, o bolo é feito com cacau em pó. A receita também não leva glúten e o preparo é simples e prático. 45. Bolo de fubá e coco: além de ovos, esta receita leva óleo e água ou leite de coco. A sugestão para que o prato seja também livre de glúten é utilizar farinha de arroz. Deixando o bolo ainda mais light, a receita leva adoçante como substituição do açúcar. 46. Bolo de cenoura: para a massa (sem glúten), os ingredientes são farinha de arroz, cenoura, ovos, óleo e açúcar mascavo. A tão popular cobertura de chocolate, que geralmente acompanha bolos de cenoura, é feita com leite de soja, cacau em pó, amido de milho e açúcar mascavo. O tempo de preparo não chega a uma hora. 47. Bolo de chocolate: este é o tradicional bolo de chocolate, porém sem lactose, sem glúten e sem ovo. As farinhas usadas são a de linhaça, arroz e amido de milho. Para dar a liga, o diferencial da receita é batata doce cozida. Como substituição para o ovo, basta hidratar uma colher de farinha de linhaça em três de água. 48. Bolo de milho e fubá: este bolo também não contém glúten. A receita leva milho, fubá, leite de coco e coco ralado. Para preparar, basta bater todos os ingredientes no liquidificador e levar ao forno até atingir o ponto. 49. Bolo gelado toalha felpuda: farinha de arroz, fécula de batata, leite coco, polvilho doce e coco ralado são os ingredientes-chave da massa deste bolo. A calda é feita de leite de coco, leite de soja e açúcar. Para complementar, a dica é passar os pedaços do bolo assado na calda e no coco ralado antes de colocar para gelar. 50. Fatia húngara: o principal para essa receita é o leite de coco, que é usado na massa, no recheio e na calda. Embora seja preciso fazer separadamente as três fases da receita, o preparo ainda é bastante prático e não leva muito tempo. 51. Torta de maracujá: além de ser livre de lactose, esta torta não leva açúcar! O ingrediente principal é o maracujá, a base é feita de paçoquinha, o leite utilizado é o de coco e você pode usar adoçante a gosto. 52. Bolo de milho de caneca: fácil de fazer, esta receita fica pronta em menos de dez minutos e é ideal para lanches rápidos ou para quando bate aquela “fome de doce”. Os principais ingredientes são leite de coco, milho verde e fubá. 53. Bolinho fit do bem: uma ótima alternativa de doce bastante saudável, estes bolinhos não contêm glúten, lactose, açúcar ou óleo. Para fazer, você vai precisar de abacate, banana, uvas passas, amido de milho, canela, coco ralado e castanhas. 54. Bolo de milho: ao invés de usar farinha ou milho verde, esta receita (livre de glúten) leva milharina. O leite é o de coco e o toque especial fica por conta da adição de erva doce. O preparo é simples e leva cerca de 50 minutos. 55. Torta de morango com cobertura de farofa crocante: esta torta tem três camadas. A primeira é uma massa de bolo, a segunda é um recheio de morangos e a última é a cobertura de farofa doce. Ainda que seja sem lactose e de frutas, é uma receita bastante doce e com muito açúcar. 56. Bolo de polenta com laranja, iogurte e sementes: esta é uma receita para fugir dos sabores tradicionais de bolo. Os principais ingredientes são farinha de arroz, polenta, sementes de girassol e de chia, laranja, mel e iogurte sem lactose. O iogurte também pode ser substituído por creme de leite de soja. 57. Bolo de banana com castanha: este bolo, que também é livre de glúten, leva farinha de castanha do pará, leite vegetal, bananas e canela. A cobertura é uma calda de caramelo feita com açúcar e água. 58. Bolo de morango e coco: para esta receita, você vai precisar de morangos (batidos em um suco bem espesso) e leite de coco. A sugestão de calda é bastante simples, feita com açúcar e o mesmo suco das frutas utilizado na massa. 59. Muffin recheado com chocolate: os muffins são sem glúten, sem lactose, sem ovo e sem soja. O leite utilizado é o de arroz e a farinha é uma mistura de fécula de batata, polvilho doce e farinha de arroz. Para rechear, basta colocar um pedacinho de chocolate sem lactose no forminha de cada muffin antes de assar. 60. Bolo de maçã cremoso: além de saboroso, este bolo promete ter um cheiro especial. Os principais ingredientes são farinha e leite de arroz, maçã, mel, tâmara, canela, cravo, gengibre e essência de baunilha. Atente-se aos passos na hora de montar. 61. Brownie de chocolate: esta receita não leva nenhum tipo de leite. Para a massa, você vai precisar de óleo, farinha de arroz, polvilho doce e cacau em pó. Para um sabor extra, utilize nozes ou avelãs a gosto. O resultado é uma massa bem molinha. 62. Cupcake vegan de baunilha: a massa dos cupcakes leva purê de maçã, baunilha, farinha de arroz, amido e óleo. Como cobertura, a sugestão é um glacê de castanhas. A receita rende 12 unidades. 63. Bolo branco básico: o mais básico dos bolos, na sua versão sem lactose. O leite utilizado é o de coco e ainda há a opção de substituir a farinha de trigo comum, para tornar a receita livre de glúten. Na hora de servir, frutas, geleias e coberturas podem ser ótimos complementos. 64. Bolinho brevidade com calda de laranja: a receita é bastante simples e exige poucos ingredientes; os principais são a laranja e amido de milho. O preparo, tanto da massa quanto da calda, é fácil e prático. Todo o processo leva cerca de 40 minutos. 65. Bolo formigueiro: para esta receita você vai precisar de chocolate granulado sem lactose. Os outros ingredientes são leite vegetal, farinha de arroz, fécula de batata, ovos e óleo. Antes de desenformar, espere o bolo esfriar totalmente. 66. Naked cake light: a massa deste bolo é integral e de chocolate, usando açúcar demerara para adoçar. A falta de leite é compensada com água, óleo e ovos. Para o recheio, a sugestão é doce de leite de soja. 67. Bolo de aniversário: o leite sugerido é o de amêndoas e a massa do bolo é também livre de glúten. O recheio é uma receita muito simples de leite condensado de leite de coco, que usa apenas leite de coco e açúcar mascavo. A cobertura é de ganache de chocolate com biomassa de banana verde. Receitas de sobremesas Panquecas de aveia sem lactose. Foto: Reprodução / Madame Xícaras Tags: alimentos sem glutem e sem lactose; produtos zero lactose; produtos sem lactose; alimentos sem lactose; alergia a lactose; problemas com lactose; remédio para intolerancia a lactose; 68. Panqueca de aveia: com leite vegetal, farinha de aveia e linhaça para substituir os ovos, esta receita tem um preparo muito simples – é só misturar todos os ingredientes e fritar as panquecas na frigideira. Na hora de servir, a sugestão é acompanhar o prato de mel e mirtilos. 69. Sobremesa de chocolate: uma boa opção para quem quer uma sobremesa sem lactose e com calorias reduzidas. Esta receita exige apenas cacau em pó e um abacate. Quem quiser adoçar mais, pode fazer isso com mel, agave ou adoçante. 70. Romeu e julieta: para fazer o queijo, você vai precisar de leite de castanha de caju, tapioca, ghee, sal e algumas gotinhas de limão. A geleia de goiaba é feita com agár-agár e suco de goiaba. Este queijo pode ser usado ainda como recheio de outros pratos, a consistência é a de cream cheese. 71. Creme de confeiteiro: um coringa no mundo das sobremesas, o creme de confeiteiro pode servir como acompanhante de bolos, tortas e outros doces mais. A versão sem lactose leva leite de coco, amido de milho, baunilha, gemas e açúcar. 72. Waffles caseiros: quem tem máquina de waffle em casa vai curtir essa receita sem glúten e sem lactose! Além de leite sem lactose, a massa leva farinha sem glúten, farinha de linhaça e óleo de coco. Ainda é possível transformar a receita em waffle de chocolate acrescentando uma colher de cacau em pó. 73. Mingau de aveia: esta é uma receita muito prática, rende uma única porção e é ideal para fazer rapidinho para sobremesa do dia a dia. Para fazer, você vai precisar de leite de soja, mel e aveia em flocos. A sugestão é servir acompanhado de uma manga fatiada. 74. Beijinho: sem açúcar, esta receita de beijinho é adoçada com frutas. Os ingredientes são tâmaras, leite de coco e coco ralado. A receita rende 12 docinhos e eles podem ser conservados na geladeira por até três dias. 75. Mousse de maracujá com chocolate: a mistura de gelatina sem sabor, suco de maracujá, creme de leite de arroz e leite condensado de soja resulta em um mousse cremoso e consistente. Para a cobertura crocante, derreta uma barra de chocolate sem lactose. 76. Mousse de gelatina: este mousse é uma boa substituição para o Danoninho. Os ingredientes são gelatina sabor morango, água, leite condensado de soja e creme de leite de soja. Você ainda pode variar o sabor da gelatina para sobremesas diferentes. 77. Abóbora recheada com cocada cremosa: uma sobremesa diferente e que fica com um visual bastante bonito, além de ser rápida – a preparação total leva cerca de 30 minutos. Para fazer, você vai precisar de abóboras, coco ralado e leite de coco. 78. Sonho: o sonho é feito com leite de soja, polvilho doce e farinha de arroz. Na hora de fritar a massa, é preciso cuidar para acertar o formato e deixá-lo douradinho. Depois de frito, a dica é polvilhar com açúcar e canela. 79. Petit gateau de chocolate com manteiga de amendoim: para fazer este prato, você vai precisar de chocolate e manteiga de amendoim sem lactose. O resultado é um petit gateau bastante cremoso, que pode ser congelado por até um mês e aquecido no micro-ondas na hora de servir. 80. Creme de avelã com chocolate: este creme é feito com leite vegetal, chocolate derretido e avelãs. É uma boa opção para comer puro, para complementar sobremesas, como recheio ou cobertura, e para comer com pão, tapioca ou biscoitos. 81. Canjica cremosa funcional: a canjica é feita com leite de coco e ainda leva biomassa de banana verde, para aumentar o valor nutricional do prato. O preparo é muito simples – basta levar todos os ingredientes ao fogo e ferver por 20 minutos. 82. Cocada gratinada: para fazer esta cocada você vai precisar apenas de quatro ingredientes – leite de soja, coco ralado, creme vegetal e leite condensado de soja. O preparo leva pouco mais de 20 minutos e a receita rende seis porções. 83. Pé de moleque: esta receita é muito prática e exige apenas rapadura, amendoim e leite de soja. O segredo para um ótimo pé de moleque é atentar-se ao cozimento para chegar ao ponto ideal. 84. Macaron de morango: para fazer este doce típico da culinária francesa, prepare-se para seguir muitos passos. A lista de ingredientes, para massa e recheio, é extensa; os derivados de leite são substituídos por produtos à base de soja. O resultado é um doce bonito, atrativo e saboroso. 85. Sorvete natural: para fazer este sorvete você vai precisar apenas de dois ingredientes e um liquidificador. A base é banana congelada e o sabor sugerido é framboesa (também em frutas congeladas), mas é possível bater as bananas com cacau em pó para ter um sorvete de chocolate ou variar as frutas. Simples e rápida. 86. Leite condensado de coco: ingrediente necessário em muitas receitas, o leite condensado pode fazer muita falta para intolerantes à lactose. Esta receita ensina a fazer o doce com leite de coco e açúcar, levando ao fogo e mexendo até atingir o ponto. 87. Churros: esta massa de churros não contém glúten nem lactose. Para ficar com o formato certo, use um saco de confeitar com o bico estrelado. A receita rende dez churros e a indicação é que eles sejam consumidos logo após a fritura. 88. Pudim sem leite: o pudim sem leite exige meia dúzia de ovos, leite de coco e açúcar. Para não ficar com gosto de ovo, a dica é separar as gemas e peneirá-las antes de misturar aos outros ingredientes. A calda é feita apenas com açúcar e água. 89. Pavê de doce de leite com chocolate: para este prato você vai precisar de doce de leite de soja, creme de leite de soja ou de arroz, leite de soja, alfarroba e leite condensado de soja. A receita é dividida em quatro partes – creme, calda, recheio e cobertura. 90. Brigadeiro sem leite condensado: a receita deste brigadeiro é sem lactose, sem glúten e sem ovos. Os ingredientes são leite de soja, cacau em pó, chocolate meio amargo, creme vegetal e açúcal. 91. Pão de mel: esta receita rende de 24 a 30 pães de mel, dependendo do tamanho de cada bolinho. Para fazer um doce livre de glúten e lactose, você vai utilizar leite de coco, farinha de amêndoa, cacau em pó e mistura para pão de mel. Receitas de bebidas sem lactose Smoothie chocolatudo vegano e sem lactose. Foto: Reprodução / I Could Kill For Dessert Tags: alimentos sem glutem e sem lactose; produtos zero lactose; produtos sem lactose; alimentos sem lactose; alergia a lactose; problemas com lactose; remédio para intolerancia a lactose; 92. Smoothie chocolatudo vegano: para este smoothie você vai precisar de bananas, mirtilos, cacau em pó e leite de amêndoas. A receita é super saudável e para fazer basta bater todos os ingredientes no liquidificador. O rendimento é de dois copos. 93. Pó para capuccino: a mistura é ótima para ter sempre uma xícara de capuccino à mão, com preparo prático e rápido. A versão sem lactose mistura leite de soja em pós com o cacau em pó, o café solúvel, o bicarbonato de sódio e a canela. 94. Iogurte grego caseiro: para fazer o iogurte grego em casa basta ter leite e iogurte natural sem lactose. É importante deixar a mistura descansar na geladeira por cerca de seis horas, para que o iogurte adquira consistência. 95. Milk shake vegano de morango: os ingredientes para este milk shake são morango, amêndoas, água, gelo e açúcar. O primeiro passo é separar o leite de amêndoas, para então acrescentar os morangos e adoçar. A receita rende um litro. 96. Chocolate quente sem lactose: o chocolate quente é preparado com leite vegetal, cacau em pó e açúcar. Para acrescentar valor nutricional à bebida, a dica é usar também biomassa de banana verde ou farinha de arroz. 97. Batido de morango e banana: leite de soja, morango, banana, mel e canela fazem desta receita uma bebida saudável, colorida e ótima para ser consumida gelada. 98. Smoothie de banana e abacaxi: você vai precisar de leite vegetal, abacaxi, banana (preferencialmente congelada) e essência de baunilha para fazer este smoothie. Para adoçar, pode usar mel, agave, adoçante ou açúcar de sua preferência. 99. Smoothie de morango e coco: a base deste smoothie é morango, banana e leite de coco. A sugestão é adoçar com mel e bater com gelo a gosto, para consumir a bebida bem geladinha. 100. Leites vegetais: o leite vegetal é o coringa das receitas sem lactose e é ingrediente requisitado em grande parte dos pratos, sejam esses doces ou salgados. Além de terem um alto valor nutricional, cheios de minerais e vitaminas, os leites vegetais não são difíceis de conseguir – você pode fazer em casa, de várias maneiras. No link, você encontra receitas de leite de inhame, quinoa, girassol, gergelim, amêndoas, arroz, soja, macadâmia, castanha, aveia e semente de abóbora. Agora não faltam opções para você se deliciar com pratos livres de lactose em qualquer momento do dia! Lista com alimentos sem lactose e sem glutem (glutén). Lista de produtos sem lactose Muitas pessoas chegam aqui em busca de informações sobre alimentos sem lactose. Para auxiliar você, resolvemos publicar uma lista dividida em 3 categorias: alimentos com lactose, alimentos com baixo teor de lactose e alimentos sem lactose. Estaremos adicionando novas informações nesta lista sempre que possível. IMPORTANTE: Lembre-se de que alguns destes produtos possuem variação na sua composição, de acordo com cada fabricante. Os produtos que estão marcados com asterisco podem conter variações. Por exemplo: biscoitos integrais estão na lista de produtos sem lactose, mas algumas marcas utilizam leite ou derivados em sua fabricação. Por tanto, em caso de dúvida, verifique os ingredientes no rótulo. Contém Lactose Contém Baixo Teor de Lactose Sem Lactose Leite Condensado integral / desnatado Todos os alimentos lácteos com redução de lactose Leite condensado de soja Creme de leite integral / desnatado Kefir Creme de leite de soja Leite integral /semi-desnatado / desnatado de vaca, cabra, ovelha Queijo Camembert Creme Vegetal (semelhante à margarina) Chantilly fresco Queijo parmesão Leite de coco Iogurte comum Queijo Mussarela Doces de frutas em calda Requeijão Queijo Brie Chantilly Vegetal* Queijos frescos Queijo Feta Iogurte à base de soja Queijos processados Queijo Gruyère Leite de soja Barras de cereais com cobertura de chocolate Manteiga Leite de arroz, aveia Maionese industrializada* Margarina Leite de castanhas, amêndoas Achocolatados* Pão francês* Pães para cachorro quente / cheeseburguer* Pão de forma integral* Sopa creme instantânea* Carnes grelhadas / à milanesa Biscoitos recheados* Biscoitos integrais* Risoles Mostarda Panquecas Maionese caseira Molhos para saladas* Massa de empanar Misturas para bolos* Massas (fettucine, macarrão) Purê de batatas Molho de tomates Ovos mexidos Todas as carnes frescas Pudins Tofu e derivados de todu Souflês Sorvetes de fruta* Licores Cremosos Cacau em pó Adoçantes* Cereais matinais* Panetones Geleias Massa podre / amanteigada Creme de amendoim Merengue Quindim Balas de Coco Tahine Temperos em pó / tabletes* Massa para pastel* Sobre os alimentos que podem sofrer variações: Maionese industrializada – a maioria não é feita com leite, mas alguns produtos contêm leite em pó. Achocolatados – muitos são fabricados com leite em pó ou soro de leite em pó. Chantilly vegetal – quase ninguém sabe, mas o chantilly que você compra de caixinha, ou aquele em spray é chamado de chantilly vegetal, pois ele é preparado com óleos vegetais. Mas atenção: ele contêm caseína (proteína do leite) e por este motivo não deve ser consumido por alérgicos às proteínas do leite. Pães para cachorro quente ou cheeseburger – muitos são elaborados com leite, mas dependendo do grau de intolerância, a quantidade de leite usada no pão é pequena e pode não causar sintomas ao intolerante. Sopa creme instantânea – uma maioria leva creme de leite ou leite em pó em seus ingredientes, mas há algums poucas marcas sem laticínios na composição. Molhos para saladas – Muitos molhos para saladas são elaborados com queijo ou leite. Adoçantes – muitos adoçantes contém lactose. É importante verificar o rótulo do produto. Pão francês – de forma geral o pão francês não leva leite ou derivados. Alguns levam margarina, mas a quantidade que pode ser usada é muito pequena e não deve causar sintomas para quem tem IL. Pão de forma integral / biscoitos integrais – a maioria dos pães e biscoitos integrais não levam leite em sua composição, mas é sempre importante verificar o rótulo do produto. Sorvetes de fruta – os sorbets são geralmente elaborados apenas com suco de frutas, água e açúcar, mas atenção pois alguns fabricantes adicionam leite ou creme de leite na composição. Cereais matinais – atenção principalmente para os cereais com chocolate ou açucarados. Alguns podem ser feitos com leite em pó. Misturas para bolos – há grande variação. Procure por misturas de bolo de cenoura, de laranja ou coco e verifique na composição do produto se há leite ou derivados. Massas para pastel podem variar na sua composição. Uma maioria das massas industrializadas são elaboradas com gordura vegetal hidrogenada para deixar a massa do pastel bem crocante (uma delícia, mas prejudicial à saúde). Temperos em pó – a maioria dos temperos não levam leite ou derivados, mas muitos alertam que contém traços de leite. Para quem tem intolerância à lactose não é um problema. Apenas para quem tem alergia às proteínas do leite. Lista Completa de Alimentos Sem Glúten: Todos os itens dessa página são alimentos sem glúten. Qualquer produto que passe por um processamento pode conter glúten. Aprenda a ler rótulos e imprima essa lista de alimentos sem glúten e outra de alimentos com glúten. Leve-as com você a todos os lugares e em breve você as terá memorizado. A melhor forma de comer uma dieta livre de glúten é comer alimentos que não sejam processados.Tente evitar alimentos enlatados, a menos que eles sejam livres de glúten. Tenha cuidado com alimentos congelados, já que muitos deles contêm conservantes e glúten escondidos nos ingredientes. Geralmente, se é embalado, é bom evitar. A melhor forma de ter 100% de certeza de que seus alimentos são livres de glúten é comprá-los frescos e prepará-los você mesmo. Frutas são livres de glúten em seu estado natural. Certifique-se de lavar todos antes de usar. Açaí Maçã Damasco Banana Amora Mirtilo Meloa Alfarroba Cereja Cranberry Groselha Tâmara Figo Uva Goiaba Melão Kiwi Kinkan Limão Lima Mexerica Manga Laranja Mamão Papaia Maracujá Pêssego Pêra Abacaxi Ameixa Caqui Marmelo Framboesa Morango Tamarindo Tangerina Melancia Vegetais Vegetais também são alimentos sem glúten naturalmente. Alfafa Alga Araruta Alcachofra Rúcula Aspargo Abacate Feijão Brócolis Couve de Bruxelas Couve-Flor Repolho Cenoura Aipo Milho Pepino Beringela Alho Feijão Verde Couve Alface Cogumelos Quiabo Cebola Salsa Ervilha Pimenta Batata (inglesa e doce) Abóbora Rabanete Espinafre Nabo Agrião Carnes Carnes sempre são livres de glúten, a menos que sejam processadas com pães ou empanadas com farinha de pão. Evite molhos de carne, já que a maioria contém glúten. Jacaré Vaca Búfalo Galinha Pato Cabra Ganso Cordeiro Porco Coelho Cobra Peru Codorna Vitela Ovos e Laticínios Manteiga (certifique-se de não conter aditivos) Caseína Queijo Creme Ovos Leite Creme Azedo Iogurte – puro e sem sabor Soro de Leite Farinha, Grãos e Trigo É aqui que você tem que tomar cuidado e prestar muita atenção! Farinha de Amêndoas Amaranto Araruta Farinha de Feijão Besan Arroz integral Farinha de arroz integral Trigo sarraceno Mandioca Farinha de milho Fubá Amido de milho Semente de algodão Dal Semente de Linhaça Milhete Farinha de Ervilha Polenta Pipoca – sem cobertura Farinha de batata Quinoa Arroz Sagu Farinha de Soja Farinha de Tapioca Farinha de Inhame Teff Levedo Iúca Outros alimentos sem glúten Álcool (a maioria, menos a cerveja, a menos que seja sem glúten) Bicarbonato de Sódio Ervas Mel Geléia Gelatina Suco Castanhas Óleos Sementes Temperos (a maioria) Calda Baunilha Vinagre Vitaminas Vinho Goma Xantana Essa lista te ajudará quando você não tiver certeza se pode comer um alimento. Pergunte muito quando vai comer fora ou fazer compras. Leia todos os rótulos e tenha cuidado com o glúten escondido nos seus alimentos. Evite molho shoyu, molhos de salada, molhos de carne, caçarolas, farinha de pão, frios e cerveja – a menos que seja cerveja sem glúten. Agora pode parecer que não é possível comer uma dieta sem glúten, mas não é difícil, apenas dê uma olhada no exemplo de cardápio sem glúten. Você precisa tomar cuidado e ter certeza de que os alimentos que está comendo são livres de glúten. A melhor regra é evitar alimentos processados e comer mais alimentos integrais. Muitas empresas fazem alimentos sem glúten e comprá-los nunca foi tão fácil. Há até sites que vendem alimentos sem glúten e entregam na sua casa.

A intolerância a lactose é uma doença que se caracteriza pela incapacidade de fazer a digestão dos açúcares (lactose) presentes no leite e derivados, pois o corpo dessa pessoa não produz, ou produz em quantidades baixas, a proteína responsável por digerir a lactose, chamada de lactase.

Então, quando essa pessoa consome algum alimento a base de leite, surgirão efeitos colaterais, sendo os mais comuns: dores abdominais, diarreia, gases, náuseas e vômitos.

E na falta do cálcio, presente em boas quantidades no leite e seus derivados, é preciso buscar alternativas para suprir as necessidades diárias dessa substancia. Segundo a doutora Kátia Haranaka, existem alimentos no reino vegetal que contém mais cálcio que o próprio leite. É por isso que, se você tem intolerância a lactose, vai se beneficiar das receitas saudáveis e livre de lactose presentes no e-book 101 Receitas Fit.

 

Receitas Sem Glúten Para Celíacos

O glúten é uma substância importante no preparo de receitas, já que ele oferece elasticidade para a massa e evita que ela se quebre, por isso que substituir o glúten é uma tarefa difícil para muitos, pois é preciso fazer combinações para se obter uma massa que não fique farelada ou se quebre fácil.

Um dos principais ingredientes dos preparos de bolos, salgados, doces, dentre outros, que contém glúten é a farinha de trigo, e para quem tem intolerância a glúten, também conhecida como doença celíaca, é preciso substituir essa farinha e outros ingredientes que contém a substância como aveia, cevada e centeio, por, por exemplo, opções como farinha de arroz, fécula de mandioca ou fécula de batata na medida correta.

Mas você não precisa esquentar a cabeça com isso e nem parar de comer o seu pãozinho ou o bolo que tanto gosta.

Se você ou alguém da sua família tem doença celíaca e buscam por receitas que não contenham glúten, com a ajuda do livro 101 Receitas Fit você não vai mais precisar se preocupar com isso, já que nele aprenderá a fazer 20 receitas saudáveis e sem glúten.

Uma coisa que vale ressaltar aqui é que, mesmo que você não tenha doença celíaca, uma dieta com alimentos sem glúten pode te beneficiar também se seu objetivo for perder peso.

Se você dúvida que uma dieta com alimentos sem glúten possa te ajudar a perder peso, veja essa notícia (http://mdemulher.abril.com.br/dieta/juliana-paes-segue-a-dieta-sem-gluten/), onde mostra que a atriz Juliana Paes emagreceu 10kg após seguir dieta com alimentos sem glúten.

 

 

Treinamento Pesado E Alimentação Saudável

E-book 101 Receitas Fit
Pesquisas relacionadas a dieta vegetariana e vegana para ganhar massa muscular dieta vegana para hipertrofia cardapio vegano para atletas dieta vegana para engordar musculacao vegana pré e pós treino vegano fisiculturista vegano dieta ganhar peso vegano vegano academia Dieta vegana ou vegetariana e o ganho de músculos Muito tem se questionado sobre o real ganho de músculos por praticantes de atividades físicas adeptos de dietas veganas. O blog recebeu vários pedidos de leitores para abordar o tema. Por isso, pedimos a colaboração de Amanda Gonçalves, coordenadora do Curso de Gastronomia da unicamp. Ela explica que as dietas veganas com receitas fitness têm um consumo muito baixo de proteína, mas as necessidades de um paciente que visa o ganho de massa muscular podem ser ajustadas com a utilização da fontes de proteína vegetal. “Soja, quinoa, amaranto, feijões, lentilha e grão de bico são ótimas opções”, diz Ana Maria. Abaixo, confira as dicas completas da especialista. Veganos excluem da sua alimentação qualquer produto de origem animal e seus derivados, como carnes e embutidos (enchidos), banha, vísceras, músculos, gelatina, peles, cartilagens, lacticínios, ovos e ovas, insetos, mel e derivados, frutos do mar e quaisquer alimentos de origem animal. Eles consomem basicamente cereais, frutas, legumes, vegetais, hortaliças, algas, cogumelos e qualquer produto, industrializado ou não, que não contenha qualquer ingrediente de origem animal e de preferencia que estejam na lista do livro de receitas fitness. Quando se trata de uma dieta vegana e atividade física diária para ganho de massa muscular e melhora da força, velocidade e resistência nos treinos, é necessária uma alimentação bem programada e equilibrada em nutrientes. Normalmente, as dietas veganas suprem a necessidade no grupo dos carboidratos, o que permite ao atleta a reposição de toda energia perdida durante o exercício. Elas irão proporcionar o substrato essencial na recuperação muscular e do organismo como um todo, além de conter uma quantidade maior de fibras, fatores alimentares associados a um bom equilíbrio energético. Fontes de carboidrato: arroz, pão, macarrão, batata, mandioca, aveia. No grupo das proteínas, as dietas veganas têm um consumo muito baixo desse macronutriente, mas as necessidades de proteína de um paciente que visa o ganho de massa muscular podem ser ajustadas utilizando-se as fontes de proteína vegetal. Fontes de proteína Soja, quinoa, amaranto, feijões, lentilha e grão de bico. No grupo dos lipídios, a dieta vegana, geralmente, é pobre em gordura e isenta de colesterol. Ingestão de alimentos com ômega 3. Fontes de lipídios: sementes de linhaça e chia, óleo de coco, azeite. Essa dieta está associada a deficiências nutricionais. Entre os elementos que geralmente são deficientes temos o ferro, o cálcio, o zinco, a vitamina B12 e a vitamina D, podendo ser supridas com suplementos. Ajustando corretamente a dieta para que seja hipercalórica e hiperproteica e, ainda, adequando a suplementação sempre que for necessário, é possível, sim, adquirir ganho de massa muscular. Antes de malhar: Consuma alimentos ricos em carboidratos complexos. É preciso energia, mas lenta e constante, para garantir energia suficiente durante a atividade e para que não ocorra muita perda muscular. O Ideal são alimentos ricos em fibras, como cereal integral, biscoito integral e barra de cereal, rica em fibras. Outras opções benéficas para ingerir antes da prática esportiva são: torrada integral com creme de soja ou pão integral com azeite com ou banana com aveia e uma colher de chá de óleo de coco ou mamão com granola. Depois de malhar: Faça refeições que contenham proteína vegetal (soja, feijões e oleaginosas) com uma parcela generosa de um carboidrato complexo, como o arroz, de preferência integral, ou massa integral, batata com casca, pão ou torrada integral. Para melhorar a reposição de vitaminas e minerais, é necessário incluir na refeição hortaliças e leguminosas. Podem ser cozidas ou cruas na forma de salada. O importante é ter no mínimo cinco cores no prato. Os alimentos importantes: 1. Quinoa É rica em proteínas, ajuda no fortalecimento muscular, principalmente, para quem pratica atividades físicas. 2. Amaranto É antioxidante, atua retardando o processo de envelhecimento, contem 15% de proteínas e aminoácidos essenciais, auxilia na manutenção de massa muscular, é boa fonte de fibras e auxilia no controle da glicemia e na redução do colesterol. 3. Cereais como aveia – arroz integral – farinhas integrais São do grupo dos carboidratos com baixo índice glicêmico. Levam mais tempo para que sejam transformados em glicose no sangue e evitam o acúmulo de gordura. São ricos em energia, fibras, vitaminas e minerais e aveia. 4. Leguminosas como Feijão (variedade) – Soja – Grão de bico São o maior grupo de alimentos vegetais rico em proteínas 23% (soja 40%). Dica: A combinação de feijão 100g e arroz 300g ou farinha ou cereais (na mesma refeição e horário) fornece a cota normal diária de proteína e metade do consumo energético para adulto. Feijão e soja contêm aminoácidos essenciais (exceto o aminoácido metionina que tem nos cereais). 5. Azeite de oliva É um poderoso antioxidante para quem faz atividade física e rico em gorduras monoinsaturadas, aquelas consideradas boas e que não se acumulam como gordura localizada e/ou nas artérias. Utilize-o sobre o pão ou torradas, pra tempero de saladas e hortaliças. 6. Frutas Oleaginosas: amêndoas, castanhas, nozes, avelãs Com 16% carboidratos e 20% proteínas, contêm proteínas de médio valor biológico e 60% lipídeos são de difícil digestão (celulose, lipídios em alta concentração). Este grupo possui grande concentração de calorias que raramente se acumulam como gordura localizada, desde que você consuma uma palma de mão em forma de concha ao dia. 7. Batata doce Hortaliça do grupo C com 20% de glicídios, mas rico em fibras. Sua liberação de energia no sangue é mais lenta do que os outros tipos de batata e, por isso, é tão usada no meio esportivo. Ela também é rica em vitamina A. 8. Banana Possui 20% de carboidratos, vitaminas do complexo B e potássio. É ótima opção para um lanche rápido, pois é rica em energia, apesar de não ser muito calórica. Pode ser misturada com cereal tipo aveia, granola, linhaça. Pesquisas relacionadas a dieta vegana para hipertrofia dieta vegana para ganhar massa muscular dieta vegetariana para ganhar massa muscular cardapio vegano para atletas fisiculturista vegano dieta pré e pós treino vegano vegano academia dieta vegana para engordar arroz de quinua musculação vegana facebook dieta vegetariana para hipertrofia

A parte mais importante de qualquer treino pesado não são os exercícios que você pratica, mas sim a sua alimentação. E sabe o que mais? Quando você não tem uma alimentação adequada a sua recuperação pós treino se torna mais vagarosa e você pode até mesmo comprometer a sua saúde muscular.

Tomemos como exemplo os atletas, eles não teriam toda essa força e disposição se sua dieta fosse pobre em nutrientes, ou você já viu algum corredor na Red Bull 400 comendo batata frita? Lógico que não.

Como dizia Hipócrates, o pai da medicina, “Somos aquilo que comemos”.

Por isso o livro 101 Receitas Fit também é recomendado para quem tem uma rotina de treinos intensos, nele contém receitas fitness para ganho de massa e perda de peso que, além de tudo, são saudáveis e te darão energia para praticar suas atividades.

 

Como Perder Peso Com Uma Alimentação Fit?

Você sabia que uma alimentação saudável te ajuda a perder peso? Sim, com certeza deve ter lido sobre isso. Mas sabia que também é possível perder peso sem ter que fazer exercícios físicos?

Esse é um conceito novo, porém muitas pessoas já tem se beneficiado dele. Um exemplo disso foi a história do Thiago Lustosa, que perdeu 32 kgs depois de mudanças em seus hábitos alimentares, sendo que 80% dos resultados ele atribui as mudanças que fez na alimentação, ou seja, quase 26 quilos perdidos apenas ingerindo alimentos benéficos.

 

E-book 101 Receitas Fit: O Livro Que Vai Mudar Sua Vida

O e-book 101 Receitas Fit contém 113 páginas com receitas práticas e saudáveis, sendo que cada uma delas foi especialmente selecionada.

Para facilitar sua localização no livro, o autor separou as receitas em 5 categorias, assim, basta ir até a categoria “Celíacos” se você quer receitas sem glúten, ou até a categoria de “Receitas para vegetarianos” e se deliciar com os pratos com ingredientes naturais.

101 Receitas Fit PDF
Conheça abaixo as 5 categorias que você encontrará no livro:

  • Receitas fitness para ganho de massa
  • Receitas para intolerantes a lactose
  • Receitas para vegetarianos
  • Receitas para celíacos
  • Receitas para perder peso


E agora os dois bônus que falei logo no comecinho, são eles 2 e-books com mais receitas saudáveis para complementar seu cardápio:

  • 10 receitas de sucos detox: esses sucos ajudam na purificação do organismo e colaboram no processo de emagrecimento.
  • 15 receitas fitness para o Natal: receitas leves e saborosas.

 

Será Que O E-book 101 Receitas Fit É Para Mim?

Agora sou eu quem vai te fazer algumas perguntas: Você tem intolerância a lactose ou ao glúten? É vegetariano? Quer perder peso? Deseja ganhar massa muscular? Ou apenas quer ter uma dieta saudável com 101 opções de cardápio? Se a resposta foi “sim” para pelo menos uma dessas perguntas, então, sem sombra de dúvidas, o livro 101 Receitas Fit é para você.

 

Garantia E Segurança!

A negociação se dá num ambiente que é 100% seguro, por isso você não precisa se preocupar com vazamento das suas informações pessoais ou coisas do gênero, seus dados são mantidos sob sigilo. Você vai receber seu e-book para download assim que o pagamento for confirmado e não precisará pagar mais nada.

E se acontecer do livro não lhe agradar, você pode solicitar o reembolso em até 7 dias após a aquisição e o seu dinheiro será devolvido integralmente.

Se você foi diagnosticado com intolerância a glúten ou lactose, deseja ter uma vida mais saudável, quer perder peso ou ganhar massa muscular, pode ter certeza que o e-book 101 Receitas Fit vai te ajudar a alcançar seus objetivos e consequentemente vai melhorar seus hábitos alimentares.

 

Onde Comprar O Livro Digital 101 Receitas Fit?

Se você deseja mudar seus hábitos alimentares e quer adquirir o livro 101 Receitas Fit para te ajudar nesse objetivo, acesse o Site Oficial do livro Clicando Aqui ou no botão abaixoClicando nesse site você será redirecionado para a página de vendas do produto, onde poderá ver todas as informações antes de adquirir o e-book.

Receitas Fitness
Caso você já tenha acessado a página do produto e deseja ir direto para a página de compras CLIQUE AQUI ou no botão abaixo para ser redirecionado para o site da MONETIZZE, onde poderá fazer sua compra por boleto ou cartão com total segurança.

Receitas Fit Para Emagrecer

 

Summary
Review Date
Reviewed Item
Livro 101 Receitas Fit - Larissa Rezende
Author Rating
5

Share This: